´
conheça nossos produtos

O orçamento de obra é uma das partes mais importantes do planejamento de construção. É através dele que se determina a precificação final do empreendimento e uma estimativa possível dos lucros do empreendimento.

Um bom orçamento informa, de maneira clara, os possíveis gastos de forma detalhada. considerando os custos com materiais e mão de obra, além dos serviços adicionais caso sejam necessários. Um orçamento mal planejado pode provocar um verdadeiro rombo nas contas da obra e um grande prejuízo para a construtora e os investidores.

1. Menosprezar os custos de administração obra

Os custos com a administração da obra devem estar presentes no orçamento, pois eles têm um impacto considerável nas despesas. Neste âmbito entram os gastos com as equipes de obra (engenheiros, mestre de obras, técnicos, segurança do trabalho); alimentação; equipamentos de obra e de proteção; transporte de pessoas e materiais e, também, os custos com o canteiros de obras e sua manutenção.

2. Errar na quantidade de materiais necessários

De acordo com os procedimentos adotados na obra, deve-se prever a quantidade de material que será necessária com a maior exatidão possível para não comprometer o orçamento da obra. Não se esqueça do sobreconsumo de material que deve ser levado em conta, das fundações aos acabamentos.

Para não errar, um bom conhecimento sobre o maquinário e o tipo de material é fundamental. Há máquinas mais eficientes e materiais mais econômicos, portanto, saber de seus aproveitamentos ajuda a manter o controle sobre o orçamento de obra. Para informações como esta, os fabricantes podem ser consultados, bem como os engenheiros e mestre de obras.

orcamento de obras

3. Problemas na coleta de preços

A busca de preços deve ser criteriosa e deve-se levar em conta a região em que a obra será realizada, pois este é um fator determinante na precificação. Os custos com transporte e armazenamento também devem entrar no orçamento de obra para não haver problemas. Além disso, não esqueça que determinados materiais têm mais uso, logo, terão maior impacto no orçamento. Negociações com fabricantes e distribuidores podem ser uma boa maneira de economizar.

4. Esquecer das despesas indiretos

Impostos e o custo da equipe e da estrutura do escritório central da construtora entram nessa parte do orçamento de obra. É importante que se faça essa repartição para se ter um bom controle das despesas e receitas de cada obra em particular, permitindo que a construtora tenha uma melhor projeção para o futuro com outras obras ou investimentos.

Prestar atenção nesses erros para evitar de cometê-los é muito importante para otimizar os custos e prevenir que rombos no orçamento da obra ocorram. Por isso, quando for fazer os cálculos, preste muita atenção em todos os aspectos envolvidos na obra para não esquecer de nenhum detalhe e garantir o sucesso financeiro do empreendimento.

E conte com a C3 para economizar com qualidade!

A C3 oferta os melhores equipamentos para construção civil com preços, prazos e condições que você quer. Conte com equipamentos que vão agilizar a sua obra e promover redução de custos com matéria-prima e pessoal. Conheça os nossos equipamentos e impulsione a sua obra, já! Fale agora com nosso consultor, estamos a disposição para te ajudar!

conheça nossos produtos

Olá! Clique abaixo e converse conosco pelo WhatsApp.

Fale conosco pelo WhatsApp